[ABC da Educação Inovadora] A de Ambiente Pessoal de Aprendizagem

[ABC da Educação Inovadora] A de Ambiente Pessoal de Aprendizagem

Quando pensamos em ambiente de aprendizagem, facilmente pensamos numa sala de aula. Conseguimos ver diversos componentes que existem nesse ambiente. Vemos carteiras individuais para os alunos se sentarem e assistirem às aulas, a mesa do professor, o quadro negro (ou branco), giz (ou canetas), paredes, janelas, caixas de som, projetor e talvez até um computador para que o professor apresente suas aulas em slides. Essa é uma descrição bastante familiar, não é mesmo? De fato, esperamos que nossos alunos estejam aprendendo tudo que ensinamos em nossas salas de aula, lançando mão de diversos materiais, como livros, cadernos, lápis, borracha, caneta, calculadora, cópias de exercícios cuidadosamente preparados pelo professor e por aí vai.

Agora imagine o seguinte: a Internet aconteceu para a Educação e… BOOM! As paredes da sala de aula deixaram de limitar o espaço no qual a aprendizagem pode acontecer. Considere o seguinte cenário. Você propõe que seus alunos trabalhem em grupos numa determinada tarefa e de repente observa um aluno aqui e outro ali tirando o celular do bolso pra fazer uma pesquisa sobre o assunto. Daí então um outro aluno encontra um vídeo interessante online que ilustra direitinho o conceito-chave para a realização da tarefa proposta. Outro aluno decide fazer uma pergunta relacionada ao tema numa plataforma de mídia social e descobre que tem dois amigos que são feras no tema e podem ajudar bastante no projeto ou tarefa. O que está acontecendo aqui? Os alunos estão, sem nem mesmo ter plena consciência disso, construindo e explorando seus ambientes pessoais de aprendizagem (APA, ou PLE para personal learning environment).

O que é?

São todos os recursos, digitais ou não, que uma pessoa utiliza para aprender. É um ambiente de ferramentas, serviços e recursos construído de maneira autônoma, orgânica ou planejada, pelo aprendiz com o objetivo de se conectar com outras pessoas com os mesmos interesses, refletir sobre o conhecimento que vai sendo construído, além de de se engajar em processos criativos para expressar suas contribuições sobre o assunto que se está aprendendo.

O ambiente de aprendizagem da pessoa automotivada promove quatro ações por meio das quais a pessoa consolida sua aprendizagem: pesquisar, refletir, conectar e publicar. A pessoa pesquisa e coleciona links para recursos variados, tais como textos em blogs, artigos, vídeos e imagens. Em seguida ela explora tais recursos, pensando sobre seu conteúdo, fazendo sínteses e novas conexões, para então comunicar seus achados a outras pessoas igualmente interessadas no assunto. Na interação acontecem novas sínteses e descobertas, e ainda mais aprendizagem. Finalmente a pessoa pode registrar suas criações acerca do tema, seja publicando em um blog, ou gravando um vídeo. Ela declara seu aprendizado para o mundo, e o mundo pode interagir com ela, impulsionando ainda mais aprendizagem nesse processo. É claro que essas ações não acontecem de forma absolutamente sequencial e linear, como ilustramos acima. Elas acontecem de maneira fluida, ao mesmo tempo, misturadas umas com as outras num processo vivo e estimulante onde o aprendiz é o protagonista.  

Por que isso é importante?

Ambientes pessoais de aprendizagem pertencem ao universo do ensino centrado no aluno, da aprendizagem informal e da aprendizagem ao longo da vida (lifelong learning). Quando nós professores desenhamos e facilitamos situações de aprendizagem que incentivem os alunos a explorar o mundo, estamos nutrindo neles uma postura de curiosidade e autonomia. Além disso, muitas habilidades fundamentais são desenvolvidas nesse processo de exploração e descoberta do conhecimento, tais como habilidades de curadoria de conteúdo de qualidade, que é saber reconhecer quando a informação é correta ou não, é relevante ou não; o entendimento de como se portar para manter suas informações pessoais seguras na Internet, e até mesmo desenvolver habilidades de socialização online de forma produtiva e rica para seu desenvolvimento. Todas essas habilidades e posturas contribuem para o desenvolvimento da cidadania digital de nosso alunos.

Estimule seus alunos a construir e explorar seus ambientes de aprendizagem pessoal e observe como o nível de engajamento deles dará um salto em suas aulas! Seus alunos vão se sentir mais donos de seu próprio conhecimento. Vão se divertir mais e aprender com mais prazer! Desenvolva você mesmo o seu próprio ambiente de aprendizagem pessoal online e compartilhe com seus alunos. Você será um modelo a ser seguido por eles, e estará fazendo a sua parte em preparar jovens que não serão meros consumidores passivos de informação, mas produtores engajados de conteúdo, conscientes de sua capacidade de transformar o mundo – a essência de uma educação realmente inovadora.

………

Este post faz parte de uma série com nossa super colaboradora amplificada Cora, educadora que busca inspirar outros educadores a inovar de dentro para fora.

………

Interessado no assunto? Assista um episódio da série Ampliflix sobre o tema.

Cora

Cora é uma educadora que busca inspirar outros educadores a inovar de dentro para fora.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.