Talvez o maior desafio dos professores está em formas eficazes de avaliação das lacunas no aprendizado na sua rotina diária de sala de aula. Com turmas que variam de 35 a 50 alunos, como fazer? Quando chegam os testes e as provas, percebemos onde estão as falhas, mas aí pode ser tarde demais. Depois dos testes, dificilmente conseguimos retomar o conteúdo, que já é passado. Mais ainda, com nossas dezenas de alunos por turma, o desafio de personalizar o aprendizado e também entender os meandros das dificuldades de nossos alunos é realmente grande.

O uso de formulários em sala de aula pode ser uma forma de avaliação formativa que dá indícios claros para o educador do que precisa ser revisto, revisitado e trabalhado novamente. Remediar não é na recuperação, remediar passa ser atividade mais constante e em ciclos formativos.

Vamos explorar, por exemplo, o uso do formulário do Google no Google Drive. Você pode acessar o Google Drive pelo seu gmail, simplesmente acessando o endereço http://drive.google.com ou indo direto para http://forms.google.com  . Caso não tenha uma conta do Google, a hora é agora! Crie uma nem que seja para testar as ferramentas do Google para a  educação.

Ao acessar o Google Drive, clique em “Criar/Novo”>>Formulário:

Screen Shot 2014-02-25 at 11.00.46 AM

Se for direto pelo link http://forms.google.com , já terá alguns modelos que poderá utilizar e só adaptar para sua necessidade. Escolha o tema ou inicie um formulário em branco e dê o título:

forms1

 

E inclua as questões. Para cada item que você quiser incluir, clique no ícone + na lateral. Lá, você também terá opções de incluir imagens, textos, vídeos e adicionar uma nova página (seção) :

forms3

Na página, você tem a flexibilidade de várias opções de perguntas. Você pode escolher entre vários tipos de questões, desde questões abertas a múltipla escolha.

forms4

Para fazer todas as configurações de layout da página como do próprio formulário:

forms6

 

Na parte de configuração da página, você pode editar a mensagem de confirmação para seus alunos. E também definir se quer que todos vejam as respostas ou não. Essa é uma ferramenta interessante caso você queira que os alunos comparem as respostas e até mesmo definam se poderiam incluir algo a mais que não tinham considerado:

forms9

Depois de finalizado o seu formulário, clique em enviar (send) e defina se você quer incorporar em uma webpage, wiki ou blog (copie o código de incorporação para colar no seu espaço virtual), você pode também enviar por email (com o formulário incorporado no próprio email o link para seu acesso). Também pode compartilhar em mídias sociais :

forms8

Você pode adicionar colaboradores para o formulário (que poderão visualizar ou até mesmo editar. Se puderem editar, você pode construir o questionário colaborativamente com outros professores de sua disciplina ou de outras). Há também um novo recurso de se criar uma versão respondida do questionário que é uma ótima forma de revisar o conteúdo e checar se as respostas estavam dentro do que era esperado.

forms7

 

Depois de pronto, você pode compartilhar o link ou o formulário incorporado em outra página da Web e ver as respostas enviadas em tempo real, tanto no próprio formulário quanto em uma planilha separada.

forms10

Você saiu da página, como faz para checar as respostas? É só acessar o seu Google Drive (http://drive.google.com) e clicar no título do formulário que você criou para ver o que foi postado. Pode também pesquisar o formulário por palavras-chaves, ou ir direto para ohttp://forms.google.com .

Aplicação Pedagógica

Formulário criado, e agora? Como utilizá-lo como avaliação formativa:

Se tiver internet disponível na sala de aula, com os próprios celulares ou tablets, os alunos podem responder o questionário, e, logo após você poderá visualizar as respostas, checar o que estão acertando e errando no sumário de respostas, comentar com os alunos, dando feedback imediato.

Pode também na aula seguinte fazer uma atividade rápida de Verdadeiro ou Falso, utilizando as próprias respostas dos alunos e trabalhando os pontos que você percebeu não ficaram claros para eles.

Mesmo não tendo Internet, os alunos podem responder o questionário em casa, você checar e trabalhar com o conteúdo em sala.

Os formulários em sala de aula têm grande amplitude de aplicações e podem ser um super aliado para visualizarmos o aprendizado do aluno e o que precisa ser ainda mais explorado. Pode também ser um elemento motivador, pois os alunos podem responder em seus celulares, o que acabam achando que “é algo diferente”, além de poderem eles mesmos criarem seus próprios questionários de compreensão e análise.

A utilização dos sumário de respostas em que você visualiza tanto as respostas compiladas do grupo como individualmente, com seus gráficos gerados automaticamente, também é uma ferramenta pedagógica poderosa porque estimula a análise de dados, cruzamentos de informações para inferências.

forms11

Um outro cenário interessante? Os próprios alunos criarem os formulários e compartilharem com o professor. Pode ser perguntas de interpretação de um conteúdo estudado, um problema de física, química ou matemática. O professor, depois de checado a pertinência das perguntas, pode determinar que grupo responde qual questionário, ou então utilizar as perguntas mais interessantes de cada grupo para formular um questionário maior. Uma atividade de aprendizagem co-construída e totalmente colaborativa. Que tal?


 

crosspost no http://www.carlaarena.com/formularios-feedback-instantaneo-na-sua-proxima-aula/