Ampliflix – Notas 24 Março – Hackeando a Sala dos Professores

Ampliflix – Notas 24 Março – Hackeando a Sala dos Professores

Voltamos reenergizados com a vibe dos educadores e líderes educacionais do #AmplificaInternacional realizado no dia 18 de março no Colégio Arqui de São Paulo.  E o nosso grande tópico do evento foi a questão de nos hackearmos como profissionais para começarmos a buscar novas formas de resolver nossos problemas para desafios que já são antigos. 

E hoje queremos falar da sala dos professores.
Como hackeamos a sala dos professores em um mundo digital e altamente conectado? Que prática mantemos? Que práticas deixamos de lado? Como inovamos a começar de nosso espaço?

Na Live dessa semana:

O conceito de “Safe Spaces” – “free to try, free to fail”
Os super poderes dos professores

Anúncio do #GoogleforBrasil da parceria entre a Fundação Lemann e o Google para a criação de planos de aulas gratuitos para os professores: http://www.fundacaolemann.org.br/google-org/

“O projeto é uma plataforma digital, liderada pela Associação Nova Escola, que oferecerá milhares de planos de aulas digitais, vídeos e outros materiais, para ajudar professores de todo o país a criar experiências de aprendizado mais ricas para seus estudantes. Este será o primeiro conjunto de recursos pedagógicos alinhados à Base Nacional Comum Curricular, política pública que busca organizar mais claramente quais são as habilidades e os conhecimentos essenciais que todos os alunos têm direito de aprender em sua vida escolar.”

abundância x escassez
Cultura Colaborativa

Design

E olha esse achado que pode servir como inspiração para hackearmos o sistema:

E a experiência de hackeamento da sala dos professores que a Carla comentou:

 

Outros episódios do Amplifix: https://www.facebook.com/pg/seminarioamplifica/videos

 

 

Carla Arena
Carla Arena

Malabarista, curiosa, eterna aprendiz, geek, educadora. Carla é apaixonada por aprender e retribuir. Por isso, se tornou professora e focou em desenhar experiências de aprendizagem para educadores e gestores. Carla sente-se privilegiada em ter trabalhado por 17 anos em uma Binacional em Brasília, a Casa Thomas Jefferson, onde foi Coordenadora do Departamento de Inovação e Tencologias. Adora estar cercada por pessoas que a inspiram. Para Carla, ser AMPLIFICA significa começar movimentos, conectar educadores e profissionais fantásticos em busca de novos horizontes no meio digital.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.