fbpx

Framework sobre o Futuro do Trabalho

Framework sobre o Futuro do Trabalho

Nick Skytland, o Chief Human Capital Officer (OCHCO), uma espécie de Diretor de Gente, da NASA, realizou uma pesquisa para entender quais eram os itens disruptivos que impulsionavam o futuro do trabalho e as implicações deles para a NASA, para que a empresa pudesse construir estratégias alinhadas com as futuras formas de trabalho, o que inclui tanto as habilidades de cada colaborador, quanto o local em que o trabalho é realizado.

Como resultado, ele construiu um material chamado Future of Work (composto por um report + um framework), que revela oito temas importantes para a NASA, com vários insights, desafios e oportunidades tangíveis para o futuro do trabalho na empresa. O Future of Work atua como uma bússola para a NASA traçar uma nova jornada em direção a um futuro que permite que sua força de trabalho seja adaptável, resiliente, produtiva e ousada.

Os oito temas são resultados da pesquisa realizada por Nick, e foram categorizados em quatro forças principais: missão, pessoas, lugar e tecnologia.

 

Os temas vão desde repensar os papéis das organizações e dos seus colaboradores até abraçar o papel da tecnologia em aumentar e capacitar a força de trabalho. São eles:

 

1. Desenvolva agilidade e foque no impacto

Para que as organizações prosperem no mundo de hoje, é necessário agir mais rápido, adaptar-se rapidamente, facilitar o aprendizado rápido e abraçar o dinamismo de uma força de trabalho cada vez mais diversificada. As organizações alinhadas com o espírito do Século XXI requerem talentos fluidos para atender trabalhos cada vez mais complexos, exigindo habilidades multidisciplinares, entregues por equipes que trabalhem em conjunto, que possuam metas abrangentes e ligadas ao desempenho organizacional e produtividade.Desenvolva agilidade e foque no impacto
Para que as organizações prosperem no mundo de hoje, é necessário agir mais rápido, adaptar-se rapidamente, facilitar o aprendizado rápido e abraçar o dinamismo de uma força de trabalho cada vez mais diversificada. As organizações alinhadas com o espírito do Século XXI requerem talentos fluidos para atender trabalhos cada vez mais complexos, exigindo habilidades multidisciplinares, entregues por equipes que trabalhem em conjunto, que possuam metas abrangentes e ligadas ao desempenho organizacional e produtividade.
 
2. Redefina talentos

Para atrair os melhores talentos do mercado, as organizações devem repensar a maneira como seleciona as pessoas que entram na organização, considerando os tipos de pessoas que deseja ter (por exemplo, repensar se a melhor forma de contratar um profissional disruptivo é através de uma CLT); e, ao mesmo tempo, reorganizar as suas estratégias de planejamento, aquisição e gestão de pessoas, que devem garantir uma equipe autônoma, resiliente e preparada para as mudanças das prioridades da missão. A redefinição de talentos corre ao longo de um continuum, que vai desde os tradicionais funcionários do tempo integral até trabalhadores em tempo parcial e complementado por máquinas (por exemplo, inteligências artificiais e robôs).
 
3. Aprenda e se desenvolva ao longo da vida

O aumento das expectativas de vida e o envelhecimento da população apresenta às organizações desafios sem precedentes e oportunidades inexploradas. As empresas focadas em ciência e tecnologia devem valorizar as suas equipes e fornecer aprendizado e desenvolvimento garantir relevância e competitividade no mercado.
 
4. Crie experiências inspiradoras

O sucesso de uma empresa depende de como ela proporciona aos funcionários experiências que os inspirem e desafiem ao longo de sua jornada profissional. As organizações precisam de líderes e profissionais bem treinados e experientes que possam ser combinados com as necessidades de cada missão, por meio do uso de atribuições temporárias, rotações internas, redesignações e reintegrações, detalhes no local de trabalho e engajamento externo, capazes de gerar experiências com propósito.
 
5. Proporcione espaços de trabalho modernos e que inspirem à colaboração

O trabalho agora pode ser realizado em qualquer lugar e a qualquer momento através da disponibilização de informações, dados e ferramentas que garantam trabalhos, cada vez mais, remotos. Espaços de trabalho modernos estão sendo redesenhados para a flexibilidade, a autonomia e a colaboração e para permitir uma mão de obra cada vez mais remota, ágil.
 
6. Compartilhe e (re)pense na segurança de acesso aos dados

A capacidade das organizações de aproveitar dados para direcionar insights e ações é fundamental. No entanto, o acesso aos dados é muitas vezes proibido devido à tensão subjacente entre compartilhamento e segurança. Uma estratégia de gerenciamento de dados corporativo e a arquitetura de dados moderna é pensada para compartilhar informações e dados, sem esquecer da segurança. Para isso é importante pensar em quais dados podem ser compartilhados externamente e quais os dados que devem ser acessados com vários graus de restrição?

 
7. Priorize a transformação digital

A transformação digital conduz o time à decisões mais informadas a uma melhor eficiência operacional, importante para entender o andamento de todos os setores da empresa.
 
8. Desencadeie a automação, a análise, os algoritmos e a inteligência artificial (IA)

Os avanços na tecnologia permitem que as organizações organizem e distribuam melhor tarefas de acordo com as habilidades e qualidades de cada indivíduo, substituindo ou terceirizando funções que podem ser automatizadas, aprimorando a força de trabalho já existente. À medida que as máquinas começarem a pensar e agir humanamente, as organizações poderão avaliar de forma mais eficiente os dados em tempo real, atribuir respostas, alocar tarefas com base na avaliação, simplificar processos orientados pelo conhecimento e permitir uma tomada de decisões mais objetiva, assim é importante estar de olho em como as máquinas podem te ajudar no seu desempenho profissional, assim como em treinamentos e certificações que podem alavancar a sua carreira a outro estágio.
 
Cada tema inclui insights obtidos a partir da pesquisa e análise, e destaca os desafios e oportunidades correspondentes com base na posição da NASA hoje, com aspectos que nós do Amplifica acreditamos serem importantes para desenvolver organizações e equipes mais alinhados com a realidade do mercado no século XXI – e não vá pensando que o setor educacional está aquém desta realidade 😉

 

Traduzido e adaptado do Blog da Nasa: https://blogs.nasa.gov/futureofwork/2018/11/15/the-future-of-work-framework/

Dani Veronezi
2 Comments
  • Posted at 19:48, 23 de novembro de 2019

    Muito bom!!!! Amei, Dani! Vou compartilhar já!

    • Carla Arena
      Carla Arena
      Responder
      Posted at 17:25, 25 de novembro de 2019

      Que bom que curtiu, Beth!

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website

dezesseis − 1 =